10 de março de 2013

Conheça maneiras de como NÃO fazer uma entrevista de seleção e recrutamento


Segue abaixo, 32 maneiras de "não" se fazer uma entrevista:

1. Chame o candidato da sala (fulano) sem se levantar da cadeira;

2. Ou mande a secretária (ou recepcionista) levá-lo até você, afinal você é muito importante;

3. Cumprimente o candidato como um velho amigo: "ô cara, tudo legal", vamos lá amigão, etc;

4. Convide-o para bater um papo: "vamos lá conversar", "vamos lá bater um papo" ou "este nosso bate-papo";

5. Fale só da empresa, não deixe o candidato falar, ele está aqui para ouvi-lo;

6. Discurse sobre o cargo, afinal o candidato tem que saber tudo mesmo, não é. E você não precisa saber nada sobre ele;

7. Fale sobre você, é imprescindível que o candidato lhe conheça bem, afinal você é magnífico;

8. Explique seus gostos: músicas, cinema, política, futebol, etc. É muito bom que o candidato saiba de tudo isso;

9. Mostre que você tem boa cultura, o candidato perceberá o quanto você sabe;

10. Não se esqueça de dizer sobre outras empresas, mostre que você tem grandes conhecimentos do mercado;

11. Pergunte se o candidato está entendendo, pois ele pode ser um pouco limitado;

12. Se você acha que o candidato não entendeu, explique tudo de novo, afinal você está aí para isso;

13. Não se esqueça: o candidato só deve falar no máximo 20% do tempo, você é mais importante e por isso 80% do tempo é seu;

14. Seja sempre "o professor" ou o "papai sabe tudo";

15. É sublime "vender" a posição e a empresa ao candidato, e ele tem que comprar sem regatear. Afinal você está oferecendo para ele a melhor oportunidade do mundo;

16. Nunca deixe dúvidas de que você o encaminhará para a continuidade do processo. É desagradável falar não, para as pessoas, pois elas poderão levar uma imagem ruim de você;

17. Insista em seu "marketing" pessoal com o candidato, é bom que saia com a impressão que "conversou" com alguém legal e grandioso;

18. Ah! Se o candidato chegar atrasado não esqueça de alertá-lo sobre o que ele perdeu, com os minutos que se atrasou, afinal você é esplêndido;

19. Nunca deixe o candidato perceber que você tem algo de humano (sentimentos, emoções, ambigüidades). Já pensou o que ele poderá pensar de você?

20. Não convide o candidato a refletir e a trocar idéias, afinal o que ele poderá trazer de interessante?;

21. Se acaso necessitar perguntar algo ao candidato, é importante que você tenha todas as questões elaboradas e não pergunte nada fora do roteiro. Você saiba o que é importante conhecer sobre ele;

22. Permita que o candidato puxe os "ganchos" que, sem querer, é claro, você deixa escapar. Ele precisa conhecê-lo muito bem;

23. É importante saber bem sobre vida sexual do candidato. Não se esqueça, isso pode ser um fator decisivo para a contratação;

24. Antes do seu bate-papo, aplique todos os testes necessários, inclusive os de habilidades, aptidões e q.i., pois a crença do homem ser totalmente medido é antiqüíssima, existindo desde a 1ª guerra mundial;

25. Em hipótese nenhuma discuta o que "descobriu" nas avaliações psicológicas, pois devemos manter a "caixa preta", ninguém pode saber, esse material não é para ser discutido, principalmente com o candidato;

26. Não abra para discutir sobre a entrevista e suas impressões, pois você faz isso há tanto tempo que não tem dúvidas, pois a sua é a melhor do mundo;

27. Se no processo houver "dinâmica de grupo" ou "prova situacional", não diga ao candidato nada: o efeito surpresa é fundamental;

28. Ah!, não permita que o candidato pergunte sobre alguma dúvida, pois com certeza tudo foi explicado, afinal você é ótimo;

29. Pode prometer que a vaga é dele;

30. Fale para ele pedir demissão antes do exame médico e da aprovação final da posição na empresa;

31. Se não, deixe claro que sua torcida é só para ele. O candidato poderá até se apaixonar por você;

32. Encerre com uma abraço fraternal e com um até breve.

Fonte: Portal Partner Assessoria e Consultoria Empresarial

DICA: Quer saber mais sobre recrutamento e seleção? CLIQUE AQUI.