22 de maio de 2014

O que rolou no RH Rio 2014?

Gestão em Recursos Humanos - O que rolou no RH Rio 2014

Foi a 40ª edição do RH-RIO, (o principal congresso de Recursos Humanos do Rio de Janeiro), que é promovido pela Associação Brasileira de Recursos Humanos do estado carioca, que reuniu nos dias 20 e 21 de maio, no Centro de Convenções SulAmérica, executivos e gestores num debate sobre “A Construção Humana na Produtividade”.

O consultor britânico Richard Barrett foi um dos principais expositores, com uma abordagem na transformação de lideranças, e como essa tem sido utilizada por grandes organizações do mundo, como Siemens, Volvo, Microsoft e outras empresas.

Barrett defendeu que os valores pessoais refletem no estilo de liderança profissional. Outra palestra bem aproveitada pelo público, foi a do apresentador Luciano Huck, conhecido por atuar produtivamente em diversas áreas, inclusive como empresário.

Sempre atenta aos estudos que apontam que a baixa produtividade é uma das razões pelo lento crescimento econômico da América Latina, inclusive do Brasil, a Associação quer discutir o papel do setor de Recursos Humanos na mudança desse cenário. Desta forma direcionou o RH-RIO para a importância da gestão de pessoas nos índices de rendimento.

Os principais temas discutidos foram:
  1. Como implementar uma cultura de alto desempenho.
  2. Como motivar e engajar os funcionários.
  3. O papel da avaliação de desempenho.
  4. Novos modelos de design organizacional.

Outros nomes estiveram presentes, como o do economista Claudio de Moura Castro, que realizou a abertura do evento, com uma abordagem sobre o papel da Educação na melhoraria dos níveis de produtividade do Brasil. Autor de aproximadamente 30 livros e 250 artigos sobre Educação.

O professor de Educação Física Márcio Atalla vai ensinou ao público executivo do Congresso que a dobradinha atividade física e alimentação saudável também gera mais produtividade no trabalho.

Ainda foi pauta: “Os grandes desafios da produtividade na gestão pública - hora de refletir!” e o tema “Rio De Janeiro: Investimentos, Mudanças e novas oportunidades de Trabalho”, que foram apresentados, respectivamente, por Bianor Cavalcanti, da Fundação Getúlio Vargas - Rio, e Alexandre dos Reis, diretor de Relações com o Mercado da Firjan.
Um congresso de RH tem que desempenhar duas funções, compartilhar com o público o que vem sendo colocado em prática pelo mercado, mas também refletir sobre o nosso papel, sobre a atuação e responsabilidades dos profissionais que trabalham diariamente com a gestão de pessoas, para ajudar, assim, no desenvolvimento do setor. E falar sobre produtividade permite uma reflexão intensa, desde o conceito em si, o que ele representa para a empresa, para o funcionário, mas também para o gestor de RH. Somente com a percepção da multiplicidade de significado do conceito é que a área de Recursos Humanos poderá desenvolver ações e iniciativas que influenciem na produtividade da organização.
– explica o presidente da ABRH-RJ, Paulo Sardinha.

Sardinha salvou que as cinco palestras magnas foram muito além do tema principal do congresso, a questão da produtividade sobre os seguintes aspectos: “Uma organização de alto desempenho, inclusive em tempo de crise”, sobre o que é cultura organizacional e as formas de implementá-la; “A organização movida por valores”, quando foi debatido os atuais valores que norteiam as organizações e as suas aplicações; “RH: A construção em nossas mãos “, com a discussão do papel da área de Recursos Humanos na busca pela produtividade, além das ferramentas e soluções que ela pode oferecer e, por último, “Sou o mestre da minha obra”, quando foram abordadas questões como a importância da auto motivação como condição necessária para que o indivíduo incorpore valores e metas.

Em paralelo, as oficinas trataram de assuntos correlacionados ao tema principal, debatendo pontos como inovação, engajamento e produtividade. Termino dizendo que acredito que o evento foi realmente um sucesso, só que esteve ativamente participando sentiu na pele, a preocupação carioca com os recursos humanos de nossas empresas.

Se você não foi? Fica a dica para o próxima edição que acontece ano que vem.

Fonte: Portal R7.