23 de março de 2011

Pessoas felizes twittam juntas

Não, isto não é uma campanha contra a rede social Twitter, também não é uma campanha a favor. É apenas, um estudo que diz que estamos procurando pessoas que possuem comportamento e/ou humor semelhante ao nosso.

É neste momento que você deve olhar para seus colegas de trabalho no escritório e perguntar-se: Eles estão felizes? Se a resposta não for positiva, está na hora de você transformar essa situação.


O psicólogo da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, Johan Bollen, analisou 102 mil tuítes pinçados de um universo de 129 milhões de pessoas nos últimos seis meses, e descobriu que a mesma dinâmica de relações da vida real ocorrem no Twitter.

Segundo o site New Scientist, o psicólogo chegou à conclusão de que, assim como na vida real, pessoas infelizes também procuram pessoas menos felizes no Twitter. O contrário também acontece: os mais alegres preferem se relacionar com outros indivíduos de bem com a vida.

Bollen não soube explicar o motivo da conexão, mas sugeriu que as emoções expressas, mesmo em curtas mensagens, podem contagiar as pessoas e isso aumentaria ou diminuiria o nível de felicidade dos usuários. Dessa forma, os internautas mais felizes tendem a receber e enviar mensagens mais alegres.

Fonte: Portal UOL - Olhar Digital